28 de janeiro de 2015

JORDÃO: Diretoria de Esportes realiza primeiro campeonato de futevôlei

O evento aconteceu no último domingo, 25, na quadra de areia da praça municipal e reuniu cinco duplas. O projeto é financiado pela Lei de Incentivo ao Esporte do Acre e tem o apoio da prefeitura de Jordão.
A realização do primeiro campeonato de futevôlei é a comprovação de que o governo municipal, por meio de seus parceiros e apoiadores, busca incentivar e oferecer novas práticas de atividades esportivas no município.
Os atletas Edinho Lopes e Souza Sombra foram destaques e conquistaram o troféu de campeão, após bater Cleito Saraiva e Railson Araújo, na grande final.
Para o Diretor de Esportes de Jordão, Ederlândio Dias, o campeonato foi um sucesso. “Não temos medido esforços em oferecer atividades esportivas para a nossa comunidade e o futevôlei teve excelente aceitação por parte de nossos atletas. Externo meus agradecimentos aos atletas participantes, a Lei de Incentivo por investir em nossas atividades e aos apoiadores locais”, disse.
A diretoria de esportes estará disponibilizando aos finais de semana, uma das quadras da praça municipal para a prática de futevôlei. O objetivo é popularizar esta atividade para a realização de futuras competições.
Assecom Jordão

JORDÃO: Prefeito Elson Farias inaugura nova sede da Secretaria Municipal de Assistência Social

O prédio recebeu reforma, ampliação e piso em alvenaria.
O prefeito Elson Farias e a Secretária Aparecida Cunha (SEMAS), realizaram nesta terça-feira, 27, a inauguração da nova sede da Secretaria Municipal de Assistência Social. A cerimônia contou com a presença do vereador Abel Ximenes, coordenadores, secretários e representantes de órgãos municipais e estaduais e comunidade em geral.
O investimento é fruto de parceria entre a prefeitura de Jordão e o Governo Federal. O prédio localizado na rua Doutor Francisco Djalma da Silva, ganha novas instalações para melhor atender as famílias beneficiárias dos programas sociais.
Com a ampliação a Secretaria destinou uma sala exclusiva para futuros atendimentos do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, garantindo maior comodidade aos servidores e usuários. Atualmente são atendidas no município 1.421 famílias, através dos programas CadÚnico, Acessuas Trabalho e Bolsa Família.
A Secretária Aparecida Cunha destacou a importância da parceria entre a  prefeitura e o governo federal, para que a obra fosse realizada. “O novo espaço oferecerá melhores condições para continuarmos a prestar bom atendimento às famílias beneficiárias dos programas sociais. O próximo passo é oferecer novos serviços como fotografia 3x4 e xerox, embora pareça uma ação simples, mas é grande importância para a nossa comunidade”, disse Aparecida.
O prefeito Elson Farias comemorou mais essa conquista de seu governo. “É com grande alegria que inauguramos o novo prédio da Secretaria de Assistência Social. Esta Secretaria vem desempenhando um excelente trabalho, proporcionando maior qualidade nos serviços prestados ao nosso povo por meio de seus programas”, concluiu o prefeito.
Tacilene Jorge, Assecom Jordão

27 de janeiro de 2015

O CASAMENTO DO ANO: Marcelo Gleyson e Dailânia Sombra

Marcelo Gleyson e Dailânia Sombra (Fotos: Kezio Araújo)
O ultimo sábado, 24, foi a data em que Marcelo Gleyson e Dailânia Sombra resolveram selar a união matrimonial. O evento aconteceu na Igreja Católica de São Sebastião e reuniu familiares e amigos do casal.
Após a cerimônia, o novo casal ofereceu um jantar e depois uma festa a todos os convidados, no Clube Melodias. Nossos sinceros desejos de felicidades e vida longa a Marcelo e Dailânia.




SENA MADUREIRA: Justiça decreta indisponibilidade de bens do prefeito Mano Rufino

Em resposta à ação civil pública interposta pelo Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), a juíza de Direito Andréia da Silva Brito, da Vara Cível da Comarca de Sena Madureira, determinou a indisponibilidade dos bens do prefeito de Sena Madureira, José Raimundo de Souza da Silva, conhecido por Mano Rufino, de dois vereadores e de quatro servidores por práticas de improbidade administrativa.

O Ministério Público, por meio da Promotoria de Justiça de Sena Madureira, constatou que o prefeito nomeou essas quatro pessoas para vários segmentos do âmbito municipal no qual nenhuma delas exerceu suas respectivas funções públicas, o que deu origem à conhecida figura de ‘funcionários fantasmas’.

Para o Ministério Público, tal ação viola os princípios constitucionais norteadores da administração pública, gerando enriquecimento ilícito e causando danos ao erário. Os dois vereadores, Mastroaine Furtado de Souza e Cleyton Ribeiro Brandão assinaram o decreto de uma servidora.

Na sentença, a magistrada determina indisponibilidade dos bens e valores de Antônio Charles de Freitas Mendes no valor de R$ 31.200 mil; Dirley Nascimento de Oliveira no valor de R$ 30 mil; Pâmela Mendes Ribeiro no valor de R$ 15 mil; Janete de Castro Lima Cameli em R$ 6.138 mil; Mastroaine Furtado de Souza no valor de R$ 6.138 mil; Cleyton Ribeiro Brandão em R$ 6.138 mil e do prefeito Mano Rufino no valor de R$ 51.138 mil.

Do caso - Antônio Charles de Freitas Mendes foi nomeado para ocupar o cargo de servidor público municipal de assessor institucional IV, segundo suas próprias declarações na Promotoria de Justiça, não exerceu suas atividades funcionais por morar na capital Rio Branco, onde é empresário do ramo de medicamento. De acordo com os autos, ele teria sido contradado de 2 de janeiro/2013 até 30 de setembro/2013, recebendo o valor de R$ 3.900 mil mensais e um total de R$ 31.200 mil a título de salário.

Dirley Nascimento de Oliveira foi nomeado para ocupar o cargo de servidor público municipal de assessor institucional III. Ele declarou à Promotoria de Justiça que é radialista e faz trabalhos de divulgação para a Prefeitura de Sena Madureira sem cumprir horários pré-determinados. Nos autos, consta que ele teria recebido de janeiro a dezembro de 2013, o valor de R$ 2.500 mensais e um total de R$ 30 mil a título de salário.

Pâmela Mendes Ribeiro foi nomeada para a Secretaria Municipal de Articulação Institucional de junho a agosto de 2013 e não exerceu suas atividades funcionais, segundo documentos, por conta de enjoos na gravidez. Durante os três meses, ele recebeu R$ 15 mil a título de salário.

Janete de Castro Lima Cameli foi nomeada para assessora institucional e, de acordo com suas declarações, não exerceu as atividades por ter sido convidada pelo presidente da Câmara de Vereadores Mastroiane Furtado de Souza a trabalhar apenas quando fosse solicitada, sendo que nunca foi chamada e, após um tempo, descobriu que estava como assessora da Prefeitura de Sena Madureira. Constam nos autos que Janete teria recebido R$ 6.138 mil a título de salário de março a junho de 2013 da Prefeitura de Sena Madureira e da Câmara de Vereadores.

Para o Ministério Público, as nomeações e exonerações dos servidores que recebiam vencimentos sem desenvolver atividades foram promovidas pelos corréus prefeito Mano Rufino, Mastroaine Furtado de Souza e Cleyton Ribeiro Brandão, causando enriquecimento ilícito de terceiros nos valores de R$ 51.138 mil, para o prefeito Mano Rufino e de R$ 6.138 para os vereadores.

Agência de Notícias - MP/AC
Assessoria de Comunicação Social - ASCOM

JORDÃO: VENDE-SE ESTA CASA

Vende-se uma casa em madeira e alvenaria, medindo 13x5,70m, com dois quartos, área de serviço, sala, cozinha e banheiro interno. Localizada na rua Francisco Nunes Guimarães (pavimentada em tijolos), Bairro Sueiro Sales.
Telefones para contato: (68) 8426-2649/ 9991-4623. Tratar com Alexandra Farias

26 de janeiro de 2015

Colunista afirma que vereadora Zeina poderá disputar a prefeitura de Jordão, em 2016

Vereadora Zeina Menezes (Foto: Kezio Araújo/ Blog Fala Jordão)
No Jordão: Chegou a esta coluna que a vereadora Zeina Menezes (PMDB) vai disputar a Prefeitura de Jordão, em 2016. Seu esposo e ex-prefeito Esperidião vai dar a oportunidade. Zeina tem sido muito atuante e é o nome mais forte da oposição no município.
Leia a coluna completa aqui

24 de janeiro de 2015

Secretária de Saúde do Jordão participa da 1ª reunião extraordinária do programa Mais Médicos

Secretário Armando Melo fala da importância do programa para o fortalecimento da atenção primária (Foto: Diego Gurgel/ Secom)
Secretário Armando Melo fala da importância do programa para o fortalecimento da atenção primária (Foto: Diego Gurgel/ Secom)
Na manhã desta quarta-feira, 21, representantes do Ministério da Saúde (MS), Universidade Federal do Acre (Ufac) – instituição que supervisiona o Mais Médicos no estado – e representantes do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Acre (Cosems) estiveram reunidos para a apresentação do programa Mais Médicos.
Durante a palestra, a equipe do MS explicou as diretrizes do programa e também como funcionará a contratação e distribuição de novos médicos para atuarem na rede básica de saúde.
“O programa visa diminuir a carência de médicos nas regiões prioritárias para o SUS, a fim de reduzir as desigualdades regionais na área da saúde, fortalecer a prestação de serviços de atenção básica em saúde, aprimorar a formação médica e proporcionar maior experiência no campo de prática médica durante o processo de formação, entre outros benefícios”, destacou Edson Pereira, representante da Comissão do Mais Médicos do Acre.
Para o secretário de Estado de Saúde, Armando Melo, o programa veio reforçar a atenção primária de saúde e, no entendimento do governador Tião Viana, as parcerias entre estado e municípios proporciona um serviço de saúde pública de mais qualidade ao usuário do SUS.
Secretária de Saúde de Jordão, Ana Carolina (Foto: Assecom Jordão)
A secretária de Saúde de Jordão, Ana Carolina Guimarães, relatou que é com grande expectativa que o município aguarda por um médico para atuar de forma permanente e atender grande parte dos usuários do SUS, em casos de saúde que não sejam e urgência e emergência.
Agência de Notícias do Acre

JORDÃO: Policia Civil apreende quase 1 quilo de maconha


Drogas e armas foram apreendidas (Foto: Blog JD_Realidade)
Na manhã deste sábado, 24, a polícia civil do município de Jordão – localizado no interior do Acre, apreendeu uma mochila contendo aproximadamente 1kg de maconha, uma arma de fogo tipo espingarda e uma arma branca. A ação se deu por meio de uma denúncia anônima. As investigações seguem em busca de suspeitos.
A polícia civil faz apelos para que população continue denunciando atividades suspeitas. Os agentes estão em plantões de 24h para apurar qualquer denuncia.
O policiamento ostensivo em ação conjunta das polícias militar e civil, garantiram segurança total nas festividades de final de ano e Novenário de São Sebastião – evento religioso que atrai também grande público em virtude comércio, shows e atividades esportivas, sediado anualmente no município, no período de 11 a 20 de janeiro.

Com informações de Jucimar Mendonça, Blog JDRealidade

JORDÃO: Asareat empossa nova diretoria e propõe mudanças no estatuto

Na última terça-feira, 20, a Associação dos Seringueiros e Agricultores da Reserva Extrativista do alto Tarauacá (Asareat), realizou uma Assembleia Geral onde foi empossada a nova diretoria para o mandato de 3 anos.
O evento atraiu aproximadamente 100 pessoas de diversas comunidades rurais, demonstrando interesse em permanecer lutando pelos seus direitos através da Asareat. Foi aprovado o aumento das contribuições de R$ 2 para R$ 5 – a medida começa a vigorar a partir do mês de junho. Os associados votaram também a reforma na sede e casa de apoio da Associação e fixação de taxa para mínima para hospedagem.

Saiba mais no Blog Jordão Agora

Municipios acrianos poderão perder caminhão caçamba por falta de emplacamento

Os municípios poderão ter suas caçambas apreendidas pela Polícia Federal e devolvidos ao MDA (Foto: Reprodução/ google)
Os municípios de Tarauacá, Manoel Urbano, Jordão, Santa Rosa do Purus, Brasileia, Acrelândia, Sena Madureira, Assis Brasil, Marechal Thaumaturgo, Mâncio Lima e Porto Acre, poderão ter seus caminhões basculantes(caçambas) apreendidos pela Polícia Federal e devolvidos ao Ministério do Desenvolvimento Agrário no Acre (MDA).
O alerta é da Delegada do Ministério, Zenilda Lima, que disse que já estão esgotadas todas as negociações possíveis com as prefeituras beneficiadas com PAC-2. "Estarmos solicitado junto ao Detran e Polícia Federal, a apreensão das máquinas (caminhões basculhantes) que ainda não foram emplacadas, estando desta forma correndo o risco de perderem esses equipamentos, de grande importância para o escoamento da produção agrícola das comunidades rurais", alertou", Zenilda.
Tarauacá - Através da parceria entre a Associação dos Municípios do Acre (AMAC) e o Ministro do Desenvolvimento Agrário e Combate à Fome (MDA), em maio de 2014, o município de Tarauacá recebeu um caminhão-caçamba, que fez parte do kit doado ao município que contou ainda com uma retroescavadeira e uma motoniveladora (Patrola). Foram entregues ao município através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), que beneficia as cidades brasileiras com menos de 50 mil habitantes. 
Blog do Accioly, com informações de Adão Paiva.
Acadêmico de Jornalismo da UFAC
Estagiário MDA (9991-4645)

20 de janeiro de 2015

JORDÃO: Guaratinguetá goleia o Praia de Tarauacá, na final da Copa São Sebastião de Futsal

Guaratinguetá marcou 9 gols, enquanto o Praia, apenas 2 (Foto: Kezio Araújo/ Fala Jordão)
Kezio Araújo, do Blog Fala Jordão
As estruturas da quadra poliesportiva Cícero de Paiva Melo não foram suficientes para acomodar tantas pessoas. As arquibancadas e corredores laterais ficaram lotados. Alguns amantes do esporte acompanharam o confronto do lado de fora do ginásio, para não perder a grande final da Copa São Sebastião de Futsal, realizada na tarde da última segunda-feira, 20.
Arquibancadas lotadas (Foto: Kezio Araújo/ Fala Jordão)
A torcida entrou no jogo com muitos gritos e emoção, motivando as equipes a oferecer um verdadeiro espetáculo dentro das quadras. O Guaratinguetá (Jordão) fez bonito e aplicou uma goleada esmagadora no Praia (Tarauacá). A equipe da casa não perdoou e marcou 9 gols, enquanto o visitante, apenas 2.
Oroca entra em quadra e levanta a torcida (Foto: Kezio Araújo/ Fala Jordão)
Um dos momentos mais aplaudidos da partida foi durante a entrada do atleta Oroca na equipe tarauacaense, minutos antes do final da partida. Oroca é um daqueles personagens que figuram como importantes motivadores da equipe.
Guaratinguetá é de tricampeão da Copa São Sebastião de Futsal (Foto: Kezio Araújo/ Fala Jordão)
A vitória atribui ao Guará o título de tricampeão da Copa e sela com chave de ouro o trabalho do presidente Mauro Brito à frente da Equipe. Com o resultado positivo Brito entrega a presidência do clube que comandou desde 2009, quando o “Lobo” foi fundado e conquistou o primeiro título.
A copa é considerada o maior evento esportivo, sediado anualmente no município. O evento é uma realização da prefeitura de Jordão e neste ano teve apoios de empresários locais e patrocínio principal da Panificadora Vitória.










  

 (carregando imagens)

19 de janeiro de 2015

JORDÃO: Justiça suspende eleição da Câmara Municipal e a "novela" segue para mais um capítulo

Eleição polêmica na Câmara de Jordão foi anulada pela justiça
Pelo jeito a novela sobre a eleição da Mesa Diretora da Câmara do Município de Jordão, ainda terá alguns capítulos. 

Tudo começou quando a base do prefeito que "em tese"é composta pela maioria não conseguiu se entender na escolha do nome do presidente, por conta de uma disputa entre o PT e o PCdoB, partido do prefeito Elson Farias. Como o prazo havia se esgotado, a chamada "oposição" resolveu realizar a eleição na noite do dia primeiro de janeiro de 2015, onde o vereador José da Silva e Silva (Zé Cariolando PSDB) foi eleito presidente, Oricélio Farias PMDB Vice-presidente, Zeina Melo PMDB, 1ª Secretária e Francisco Sereno PCdoB, 2º Secretário.

Nessa confusão surge o nome do Vereador Chico Sereno do PCdoB, que segundo informações estaria insatisfeito com o prefeito por conta do tratamento a ele destinado com pouco espaço no governo. Sereno resolveu então "se juntar" com a oposição e fazer parte da mesa. O problema é que ele foi eleito para o cargo de segundo secretário sem estar presente na sessão. 

Sereno resolver, então, acompanhar os vereadores da oposição e veio para Tarauacá na tentativa de garantir na justiça a posse dos eleitos. Sereno teve que ficar escondido em Tarauacá, pois membros de seu partido estavam à sua procura.

Os vereadores da base do prefeito não satisfeitos com a situação resolveram pedir na justiça a anulação da eleição, pois segundo eles a legislação não foi observada. A justiça então decidiu pela anulação da eleição. Alegaram que não puderam participar da sessão para a qual foram convocados, estando o presidente da Câmara à época viajando. Além disso compareceram à sessão apenas quatro vereadores que é a minoria e para se eleger o presidente deve ter votos da maioria. 

O Juiz de Tarauacá Dr. juiz Guilherme Fraga, determinou a suspensão da eleição, devolvendo à antiga Mesa a prerrogativa de conduzir o Legislativo de Jordão até o julgamento final do mandado de segurança impetrado. Uma nova eleição deve ser marcada e agora resta saber para que lado vai o Vereador Chico Sereno, o "queridinho da oposição" e agora "o valioso" da situação.

LEIA ABAIXO DECISÃO DA JUSTIÇA

A Justiça Acreana decidiu em caráter de urgência (liminar) suspender a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal do Jordão. 

Assinada pelo juiz Guilherme Fraga nesta quinta-feira (15), o qual responde pela Comarca desse município, a decisão considera a existência dos direitos dos impetrantes e a suposta ilegalidade do procedimento de eleição da Mesa Diretora da Câmara, que não cumpriu determinações legais, estabelecidas pela Constituição do Município e pelo próprio Regimento Interno da Câmara Municipal. 

Nesse caso, considerando a suspensão dos efeitos da eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Jordão, realizada em 1º de janeiro de 2015, bem como a ação ininterrupta de seus trabalhos, deverão ser restabelecidos os poderes da Mesa Diretora eleita para o biênio 2013/2014, provisoriamente, até julgamento final do Mandado de Segurança.

Entenda o caso - O Mandado de Segurança foi impetrado por Abel Ximenes da Silva e outros em desfavor da atual Mesa Diretora da Câmara Municipal do Jordão, apontando como autoridade coatora o vereador José da Silva e Silva, atual presidente daquela casa legislativa. 

Os impetrantes alegaram que não puderam participar da sessão para a qual foram convocados, estando o presidente da Câmara à época viajando. Além disso, consta nos autos que, no dia 1º de janeiro de 2015 compareceram à sessão apenas quatro vereadores, que elegeram, sem quorum necessário, a Mesa Diretora para o biênio de 2015/2016. Assim, alegaram que a referida eleição violou o Regimento Interno da Câmara de Vereadores e a Constituição do Município, além de ter violado os direitos líquidos e certos dos impetrantes.

Nesse sentido, foi requerida a concessão de liminar para anular a eleição da atual Mesa Diretora da Câmara Municipal de Vereadores do Jordão, para ao final, destituir a referida Mesa e autorizar nova eleição.

Decisão - Ao analisar as provas contidas nos autos, o magistrado verificou “a verossimilhança das alegações dos impetrantes, estando caracterizada a lesão a um direito líquido e certo, pelos argumentos expendidos e pelos documentos juntados a ela, os quais demonstram com claridade que a autoridade considerada coatora, possivelmente praticou ato ilegal”

O juiz verificou ainda a existência dos requisitos da tutela de urgência, quais sejam, o fumus boni iuris - sinal ou indício de que o direito pleiteado de fato existe - e o periculum in mora - receio que a demora da decisão judicial cause um dano grave ou de difícil reparação ao bem tutelado.

Em relação ao primeiro requisito, o magistrado considerou que este“vem demonstrado por meio dos documentos que atestam a existência dos direitos dos impetrantes e da suposta ilegalidade do procedimento de eleição da Mesa Diretora da Câmara, que não cumpriu determinações legais, estabelecidas pela Constituição do Município e pelo próprio Regimento Interno, que assegura aos vereadores empossados o direito de votar na eleição da Mesa”, conforme preceitua o artigo 76, II, do Regimento Interno.

Quanto à presença do fundado receio de dano irreparável, o juiz afirmou que este “resta demonstrado pela não observância dos direitos assegurados por lei a cada vereador eleito, de votar nos membros que julgam competente para ocuparem/comporem a Mesa Diretora da Câmara. Causando, assim, lesões irreparáveis e irremediáveis, tanto aos próprios impetrantes, que tiveram, supostamente, seus direitos ignorados e desrespeitados, como, presumivelmente, à população, visto que os futuros atos exercidos por essa ‘Mesa’ atingem direitos e deveres sociais”, disse o juiz. 

Dessa forma, o magistrado concluiu que “o perigo da demora para concessão do writ trará, de fato, prejuízos aos impetrantes, já que resta demonstrado de plano suas alegações”. 

Com base nestes fatos, sem adentrar ao mérito, o juiz considerou direito líquido e certo dos impetrantes no presente momento e deferiu“parcialmente a liminar requerida, nos termos do artigo 7º, III, da Lei n° 12.016/09, para suspender os efeitos da eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Vereadores do Município de Jordão, realizada no dia 01 de janeiro de 2015, até o julgamento final deste mandado”.

O magistrado determinou ainda que “considerando-se a suspensão dos efeitos da eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Vereadores do Município de Jordão, realizada no dia 01 de janeiro de 2015, bem como a ação ininterrupta de seus trabalhos, deverão ser restabelecidos os poderes da Mesa Diretora eleita legalmente para o biênio 2013/2014, provisoriamente, até julgamento final da lide”

Blog do Accioly
Com informações daAGÊNCIA TJAC
GERÊNCIA DE COMUNICAÇÃO - GECOM